Siga minhas redes

Cocriação para estimular a inteligência coletiva nas empresas

Design Thinking

Compartilhe nas redes

Cocriação

A cocriação é um conceito amplamente difundido atualmente nas organizações por impulsionar a transformação positiva nos negócios e promover a inovação. Afinal, a inovação se faz a partir da construção de um mindset colaborativo. Por isso, estimular a inteligência coletiva nas empresas é o primeiro passo para implementar um processo colaborativo para geração de novas ideias.

A colaboração é determinante para impulsionar a cultura de inovação e, por esse motivo, integra a estratégia de crescimento de organizações exponenciais. Uma empresa que baseia seus processos na cooperação de diferentes perfis de profissionais para alcançar um objetivo de forma inovadora tende a obter melhores resultados. 

Adotar o processo colaborativo torna possível criar soluções inovadoras, não apenas no que se refere ao desenvolvimento de novos produtos e serviços, mas também na melhoria da rotina organizacional. Isso porque, a construção coletiva possibilita novas ideias, diferentes abordagens e, até mesmo, implementar uma visão de fora da empresa para melhorar a performance do negócio. 

Iniciativas como a inovação aberta, por exemplo, ganharam força nos últimos anos e empresas de diversos segmentos aderem a ela para incorporar novidades e soluções criativas na organização.

O que é cocriação e qual a relação com o design thinking

Cocriação é uma iniciativa inovadora baseada na cooperação de diferentes perfis de pessoas no processo de criação de um produto, serviço ou solução para alcançar um determinado objetivo. Conceito fundamental na abordagem do Design Thinking, a cocriação parte da ideia de envolver perfis diversos no processo criativo, considerando a multiplicidade de experiências e visões de mundo. 

Na prática, o processo de cocriação no cenário organizacional exige um trabalho desenvolvido em conjunto com colaboradores, fornecedores, clientes e parceiros que requer a construção de experiências e a resolução de problemas com um esforço combinado entre as partes envolvidas. 

Para que a colaboração se desenvolva de forma consistente e contínua é necessário colocar o fator humano como prioridade, estando atento a necessidade de engajamento e senso de pertencimento para estimular a construção de ideias e soluções inovadoras, colaborativamente. Além disso, a cocriação exige um processo de facilitação da colaboração por meio do uso de ferramentas que ampliam o potencial de inovação da organização. 

Como impulsionar a inovação a partir da cocriação nas organizações

Continue a leitura do artigo para entender o que é a cocriação e de que modo estimular a inteligência coletiva contribui para a inovação dos negócios.

Mentalidade inovadora (mindset de inovação) como forma de colaborar nos negócios

Os desafios impostos pelas novas formas de trabalho, como o modelo remoto e híbrido, exigem uma mentalidade inovadora, assim como a necessidade de ágil adaptação, tanto por parte de líderes como liderados. Esta realidade estabelece que as empresas implementem novas dinâmicas organizacionais, como a formação de equipes por squads para aumentar a colaboração nos processos.

Equipes multidisciplinares

A formação de equipes multidisciplinares é um dos pontos que devem ser priorizados para estimular a cocriação. Uma equipe multidisciplinar deve ser formada por profissionais com habilidades e competências técnicas necessárias para lidar com a complexidade do mercado e que atuam colaborativamente em torno de um mesmo objetivo — o sucesso da empresa.

Lidar com opiniões diferentes no ambiente de trabalho

Equipes diversas com opiniões diferentes tendem a ser mais inovadoras. Nesse sentido, é importante construir relações de confiança e colaboração no ambiente de trabalho para que os profissionais tenham liberdade de contribuírem sem ter medo de sofrer consequências negativas. Para isso, é de fundamental importância capacitar as lideranças para que desenvolvam habilidades para acolher opiniões diferentes. 

Criar ambiente de trabalho com clima organizacional que inspire confiança

A preocupação com a saúde mental e bem-estar dos colaboradores deve ser genuína, proporcionando um clima organizacional que inspire confiança para que o colaborador assuma riscos e exponha ideias sem ser julgado. Para isso, é necessário desenvolver uma liderança inclusiva, mantém o diálogo aberto, conta com humildade situacional, tem maior consciência cultural e está mais disposta a aceitar opiniões divergentes sem prejudicar o bem-estar da equipe. 

Incentivar o diálogo 

A valorização do diálogo de maneira honesta e aberta é um estímulo para que os colaboradores fiquem à vontade para trocarem ideias e sugerir melhorias necessárias para impulsionar a inovação organizacional.  Quando não há uma abertura ao diálogo de forma genuína e não se permite que ações sejam tomadas com base em outras formas de pensar, dificilmente as pessoas serão capazes de demonstrar suas habilidades. 

Abertura para a experimentação

Uma característica comum às empresas inovadoras é a capacidade de estar aberta à experimentação. Baseando-se na experimentação constante, a equipe possui liberdade para promover novos produtos, serviços, processos ou até estratégias e novos modelos de negócio sem precisar encontrar uma versão definitiva, de imediato. Dessa forma, o time consegue trabalhar com mais flexibilidade para enfrentar os desafios que surgirem.

Estimular o trabalho em equipe

Quanto maior é a equipe, maiores são os pontos de contato e a necessidade de interação interpessoal. Estimular essas interações, faz com que mesmo com ideias divergentes, as pessoas colaboradoras se expressem e contribuam para alcançar resultados significativos. Para que a inovação e colaboração ocorra, cada integrante da equipe precisa estar focado em alcançar um objetivo em comum. Por isso, a capacidade de trabalhar em equipe é uma das habilidades mais procuradas pelas empresas.

Desenvolver uma liderança coletiva

A liderança coletiva se baseia na ideia de que a figura do líder deve estimular o senso de coletividade para que todos sintam-se dispostos e abertos a propor sugestões e melhorias. Nesse sentido, os líderes devem incentivar o protagonismo do colaborador, assim como a sua criatividade para priorizar as entregas de valor e não apenas o cumprimento de metas muitas vezes distantes da realidade do dia a dia, sendo ainda extremamente importante praticar a escuta ativa para evitar que o seu ponto de vista seja predominante. 

Deseja impulsionar a inovação a partir da cocriação na sua empresa? Conheça as palestras, cursos e workshops disponíveis para estimular a inteligência coletiva na sua organização. 

Palestras
Algoritmo da vida
A vida nem sempre segue um padrão lógico e previsível, mas pode ser compreendido e identificado.
CONTRATAR
Cultura organizacional para inovação​
Não basta criar soluções disruptivas sem fomentar um ambiente de trabalho com uma cultura forte.
CONTRATAR
Fluxo da vida e o tempo
A importância de compreender e aceitar o ritmo natural da vida e a relação do tempo com esse fluxo.
CONTRATAR
Futuro do trabalho e inteligência artificial​
As empresas precisam se preparar para as novas formas de trabalho e ampliar a colaboração entre as pessoas.
CONTRATAR
Inovação é feita de gente​
Aborda as habilidades fundamentais e as condições necessárias para promover a inovação com pessoas e não apenas com tecnologia.
CONTRATAR
Liderança ambidestra e exponencial​
Líderes ambidestros inovam de forma permanente, sem abrir mão da eficácia operacional.
CONTRATAR

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo

Conheça meus livros

Artigos relacionados

Fique por dentro!

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo.

Ao preencher o campo acima você concorda com nossa Política de Privacidade.