A incorporação de práticas de sustentabilidade ambiental, inclusão social e de governança no ambiente corporativo — ESG (Environmental, Social and Governance), são necessárias para que negócios sejam bem sucedidos em tempos de mudanças ágeis e complexas. Entenda o que é ESG e os benefícios para as empresas.

Para promover a cultura da inovação, as empresas devem ir além da adoção de soluções tecnológicas disruptivas e implementar ideias e práticas inovadoras que impactam  positivamente a sociedade no novo normal. 

Empresas que se comprometem em minimizar o impacto ambiental, ter responsabilidade social e adotar boas práticas de governança corporativa se destacam, atraindo atenção de investidores. Um estudo realizado pela consultoria BCG, revelou que as empresas que promovem boas práticas ambientais, sociais e de governança obtêm maior lucratividade e geram melhores resultados, agregando valor de mercado a longo prazo. 

Já o relatório elaborado pela Itaú Asset concluiu que as empresas preocupadas com questões ESG são mais resilientes e mais valorizadas na Bolsa de Valores. Os dados comprovam que o ESG é uma tendência cada vez mais forte nas organizações. Se antes, o emprego dessas práticas ficava limitado ao discurso, a partir de agora, as empresas devem integrar os princípios do ESG na prática. 

O ESG certifica as organizações reconhecidas pela adoção de práticas ambientais, sociais e de governança. Recentemente, o CFA Institute, associação global de profissionais de investimento, anunciou que comercializará no Brasil e em centros financeiros de todo o mundo o Certificado em ESG Investing, criado pela CFA Society do Reino Unido. Até então, oferecido apenas no Reino Unido.

O Certificado em Investimentos ESG, desenvolvido pela CFA Society do Reino Unido, é reconhecido pelos Princípios das Nações Unidas para o Investimento Responsável (UN PRI). A iniciativa demonstra como o ESG tem sido valorizado por investidores. Estima-se que pelo menos 30 trilhões de dólares em ativos estão hoje sob gestão de fundos que apenas aplicam seus recursos em negócios e empresas com práticas sustentáveis, chamados de investimentos responsáveis. 

Afinal, o que é ESG

A sigla ESG (Environmental, Social and Governance) abrange os princípios que tornam um negócio sustentável em termos ambientais, sociais e de governança. O ESG representa o índice de sustentabilidade e impacto social de uma organização. Adotar práticas sustentáveis se tornou extremamente relevante e o ESG das empresas passou a ser acessível para investidores consultarem esses dados por meio de relatórios empresariais. 

Empresas pautadas pelo social, ambiental e governança incorporam uma cultura empresarial em que a sustentabilidade norteia a tomada de decisão. Entre as principais características dessas organizações estão as boas práticas de gestão que tornam a operação mais sustentável em diversos aspectos, incluindo o econômico e na gestão de riscos. 

Princípios ESG

Atuar em uma economia sustentável requer uma nova governança corporativa que integre as práticas de ESG. As práticas de negócios baseadas em ESG estão relacionadas aos aspectos ambientais, sociais e empresariais. 

  • Práticas ambientais

No âmbito ambiental, as práticas de ESG visam minimizar os impactos ambientais da cadeia de negócios, determinando parâmetros para emissões de carbono, gestão dos resíduos e rejeitos, uso eficiente de recursos naturais, entre outras questões ambientais importantes para a sustentabilidade do planeta. Diante da iminente possibilidade da escassez de recursos naturais e ameaças climáticas, a sustentabilidade ganha cada vez mais o status de vantagem competitiva nas organizações.

  • Práticas sociais

As questões relacionadas ao capital humano das organizações ganham relevância, impulsionando  a inclusão social e a diversidade de gênero nas organizações, assim como os investimentos em um ambiente de trabalho saudável que impacta diretamente na produtividade e em melhores resultados. 

  • Práticas de governança

As boas práticas de governança abrangem mecanismos de transparência que contribuem positivamente na reputação corporativa e  proporcionam vantagem competitiva ao negócio no mercado.

Benefícios das estratégias de ESG nas empresas

As estratégias de ESG nas empresas contribuem para uma imagem positiva perante a consumidores e investidores e, consequentemente, nos resultados financeiros das organizações. Por esse motivo, implementar políticas e práticas sustentáveis passou a ser uma regra de mercado. 

O impacto do ESG no ambiente empresarial é extremamente relevante do ponto de vista econômico, gerando benefícios tangíveis e intangíveis aos negócios.

  • Melhora desempenho financeiro;
  • Aumenta a confiança do investidor;
  • Garante a fidelidade do consumidor;
  • Fortalece imagem positiva da empresa;
  • Amplia retenção e satisfação de talentos;
  • Reduz custos e desperdícios;
  • Assegura transparência;
  • Mitiga riscos. 

A incorporação do ESG à estratégia das empresas está mudando profundamente o mundo empresarial e financeiro. Sua empresa está preparada para atuar em uma economia sustentável?