Siga minhas redes

Liderança lean: o que é e como contribui para o sucesso das empresas

Liderança

Compartilhe nas redes

Liderança Lean

Líderes orientados a buscar resultados, estimulando o aprendizado e a empatia no time e evitando o desperdício a todo o custo. Essas são algumas características da liderança lean. E é sobre ela que vamos refletir no artigo de hoje. 

Confira, a seguir, qual é o conceito de lean e métodos como o lean canvas, além da relação da liderança lean com a inovação e a sustentabilidade.

Entendendo o conceito de lean

Antes de prosseguir com a reflexão em torno da liderança lean, é importante entendermos o que vem a ser a filosofia lean. Esta se pauta em um modelo de produção enxuta que passou a ser aplicado nas últimas décadas para além de onde originalmente surgiu.

O livro The Machine that Changed the World, de James P. Womack, Daniel T. Jones e Daniel Roos, lançado em 1990, analisa a questão. Nele, os autores se debruçam sobre o método aplicado nas fábricas da montadora japonesa de automóveis Toyota. 

A empresa inaugurou uma nova proposta de produção, conhecida como Toyotismo. A ideia vem sendo aplicada desde o final da Segunda Guerra Mundial e sua origem é atribuída a um então funcionário da empresa, Taiichi Ohno. 

Diferente do Fordismo, no Toyotismo a máxima é evitar o desperdício a todo o custo e aumentar a produtividade e a qualidade dos processos. Esta é, basicamente, a ideia por trás do conceito de produção enxuta ou, melhor, lean manufacturing

A filosofia lean deu tão certo que os mesmos preceitos têm sido utilizados no ambiente corporativo como um todo, inclusive em uma cultura organizacional inovadora. Nesse caso, o trabalho seguiria uma linha enxuta, prezando pelo aprendizado para alcançar resultados.

Lean canvas

Desde então, várias metodologias se pautam pela fonte da filosofia lean. Entre elas, a lean canvas, que também é inspirada em outro método, o business model canvas

De acordo com o método lean canvas, os times devem se orientar por quatro conceitos básicos, que são: problemas, solução, métricas e vantagem diferencial. E para saber mais sobre cada um deles e como aplicar o método, leia o artigo: Lean Canvas: como modelar uma plataforma de negócios multilateral.

Liderança lean e sua relação com a inovação nas empresas

O líder lean deve se pautar por uma ideia semelhante ao pregado na cultura ágil: prezar pela simplicidade e pela agilidade. O estilo de liderança lean é orientado pelo trabalho em equipe, motivando o aprendizado constante e sabendo lidar com pessoas de forma empática.

Mais que um líder, quem está por trás da liderança lean se torna um facilitador para a equipe. Seu propósito maior é saber gerenciar conflitos, reduzindo ou removendo os obstáculos que possam surgir nos processos.

Em resumo, a liderança lean é aquela que:

  • é humilde para reconhecer limitações;
  • sai do pedestal e despe-se do orgulho para aprender o que não sabe;
  • estimula a equipe a aprender em conjunto;
  • está orientada a evidências que possam comprovar possibilidades de resultados concretos;
  • desenvolve a inteligência emocional para saber lidar com conflitos;
  • tem compromisso com seus liderados, com o negócio em si e seus impactos relacionados na sociedade como um todo.

Esse último ponto, inclusive, traz à tona uma outra questão que tem tudo a ver com a ideia por trás da liderança lean: a da sustentabilidade. E é sobre ela que falo mais um pouco a seguir.

Liderança lean e sustentabilidade

Assim como pregado no Toyotismo, de certa forma, a liderança lean também deve ser orientada à sustentabilidade. Ou seja, tal como na produção enxuta que evita desperdícios, a mesma lógica também deve ser observada aqui.

Assim, a sustentabilidade deixa de ser algo que possa estar associado a um modismo, tornando-se um pilar do trabalho da liderança lean. Dessa forma, converte-se, também, em uma liderança inovadora, ao passo em que busca contribuir com o desenvolvimento organizacional e social. O que gera impactos positivos para os stakeholders, tanto acionistas quanto o próprio público para o qual a empresa se dirige.

Tudo o que não agregar valor ao processo tende a ser eliminado. Desde ideias até ferramentas que, até então, eram usadas e não têm mais sentido de ser. Desta forma, a liderança lean também é, na mesma medida, uma liderança ágil.

Ou seja, a liderança lean tende a se pautar pela simplicidade e pela agilidade nos processos. Mas sem perder de vista as pessoas. O que nos faz lembrar de uma outra discussão muito importante e que, inclusive, foi pauta de um outro artigo do blog: a inovação é feita de gente e não apenas de tecnologia. Fica o convite para a leitura!

Palestras
Algoritmo da vida
A vida nem sempre segue um padrão lógico e previsível, mas pode ser compreendido e identificado.
CONTRATAR
Cultura organizacional para inovação​
Não basta criar soluções disruptivas sem fomentar um ambiente de trabalho com uma cultura forte.
CONTRATAR
Fluxo da vida e o tempo
A importância de compreender e aceitar o ritmo natural da vida e a relação do tempo com esse fluxo.
CONTRATAR
Futuro do trabalho e inteligência artificial​
As empresas precisam se preparar para as novas formas de trabalho e ampliar a colaboração entre as pessoas.
CONTRATAR
Inovação é feita de gente​
Aborda as habilidades fundamentais e as condições necessárias para promover a inovação com pessoas e não apenas com tecnologia.
CONTRATAR
Liderança ambidestra e exponencial​
Líderes ambidestros inovam de forma permanente, sem abrir mão da eficácia operacional.
CONTRATAR

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo

Conheça meus livros

Artigos relacionados

Fique por dentro!

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo.

Ao preencher o campo acima você concorda com nossa Política de Privacidade.